Novembro começa com atividades esportivas e culturais gratuitas em SP

Para aproveitar o feriado no fim de semana e curtir os dias de descanso em família, o Programa Rua da Gente retorna para as Zonas Leste e Sul da capital paulista, levando muita diversão para os bairros Capela do Socorro, São Miguel e Tatuapé.
Além de integrar atividades de lazer e cultura, o Programa visa estimular novos hábitos com oficinas de artesanato, danças variadas como Zumba, FitDance, dança de salão e muito mais.
 
Confira a programação com os dias, endereços e atividades:
Tatuapé
O que vai ter:
Lazer: recreação, brincadeiras de rua, pinturas de rosto, oficinas e atividades manuais, brinquedos infláveis e muito mais.
Atividades culturais: música, vivência artística, atividades lúdicas e contação de histórias.
Quando: Sábado, 2
Horário: das 9h às 18h
Local: Rua Serra de Bragança – ao lado da Praça Silvio Romero
São Miguel
 
O que vai ter:
Atividades corporais: aulas de abdominal, dança, pilates, treinamento funcional e circuito.
Atividades culturais: música, vivência artística, atividades lúdicas e contação de histórias.
Quando: Sábado, 2
Horário: das 9h às 18h
Local: Rua Jacarandá Rosa/ Jardim Helena
Capela do Socorro
O que vai ter:
Atividades corporais: aulas de abdominal, dança, pilates, treinamento funcional e circuito.
Atividades culturais: música, vivência artística, atividades lúdicas e contação de histórias.
Quando: Domingo, 3
Horário: das 9h às 18h
Local: Praça do Parque Brasil – Rua Cesar Frank / Capela
Sobre o Rua da Gente
Programa Rua da Gente é um projeto em parceria de três secretarias: Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo (SEME), Secretaria de Cultura e Secretaria de Relações Sociais, cujo objetivo é estimular a ocupação de espaços públicos com atividades esportivas e culturais gratuitas aos sábados e domingos, nos quatro cantos da cidade.
Com investimento para fornecer equipamentos, profissionais e toda infraestrutura necessária, até 2020 serão realizadas 320 edições, em diversas ruas da cidade e com uma expectativa de 125 mil pessoas atendidas.
www.ruadagente.com.br
Fonte: Papo com elas

Programa Rua da Gente leva lazer neste final de semana, na cidade São Paulo

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), com o apoio das Secretarias de Cultura e de Relações Sociais, realiza neste fim de semana mais um Programa Rua da Gente. O evento acontece sábado e domingo, das 9h às 18h.
 
Com atividades culturais, esportivas, lúdicas e recreativas, o Programa é destinado para as crianças e suas famílias, de maneira gratuita
 
Rua da Gente será realizado aos sábados e domingos e irá contemplar todas as regiões da cidade de São Paulo, priorizando as áreas de maior vulnerabilidade social. As atividades poderão ocorrer nas ruas, praças e centros esportivos. O programa faz parte do Plano de Metas 2019-2020. Até o final da atual gestão serão realizadas 320 edições.
 
Neste final de semana estará nos seguintes lugares:
 
Sábado (02)
Das 9h às 18h
Praça Silvio Romero – Tatuapé
Av. Kumaki Aoki – Campo do CDC – São Miguel Paulista
Rua Jacarandá Rosa – Jd. Helena
 
Domingo (03)
Das 9h às 18h
Praça do Pq. Brasil – Rua Cesar Frank – Capela do Socorro
Av. Tenente Lauro Sodré – Jd. Santa Adélia

Fonte: Gazeta da Semana

Ver notícia completa

Novembro começa com atividades esportivas e culturais gratuitas em SP

Para aproveitar o feriado no fim de semana e curtir os dias de descanso em família, o Programa Rua da Gente retorna para as Zonas Leste e Sul da capital paulista, levando muita diversão para os bairros Capela do Socorro, São Miguel e Tatuapé.

 
Além de integrar atividades de lazer e cultura, o Programa visa estimular novos hábitos com oficinas de artesanato, danças variadas como Zumba, FitDance, dança de salão e muito mais.
 
Confira a programação com os dias, endereços e atividades:
 
Tatuapé 
O que vai ter: 
Lazer: recreação, brincadeiras de rua, pinturas de rosto, oficinas e atividades manuais, brinquedos infláveis e muito mais. 
Atividades culturais: música, vivência artística, atividades lúdicas e contação de histórias. 
Quando: Sábado, 2 
Horário: das 9h às 18h 
Local: Rua Serra de Bragança — ao lado da Praça Silvio Romero
 
O que vai ter: Atividades corporais: aulas de abdominal, dança, pilates, treinamento funcional e circuito.
Atividades culturais: música, vivência artística, atividades lúdicas e contação de histórias. 
Quando: Sábado, 2 Horário: das 9h às 18h 
Local: Rua Jacarandá Rosa/ Jardim Helena
 
Capela do Socorro
 
O que vai ter: Atividades corporais: aulas de abdominal, dança, pilates, treinamento funcional e circuito. 
Atividades culturais: música, vivência artística, atividades lúdicas e contação de histórias. 
Quando: Domingo, 3 Horário: das 9h às 18h 
Local: Praça do Parque Brasil — Rua Cesar Frank / Capela
 
Sobre o Rua da Gente
 
Programa Rua da Gente é um projeto em parceria de três secretarias: Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo (SEME), Secretaria de Cultura e Secretaria de Relações Sociais, cujo objetivo é estimular a ocupação de espaços públicos com atividades esportivas e culturais gratuitas aos sábados e domingos, nos quatro cantos da cidade. 
Com investimento para fornecer equipamentos, profissionais e toda infraestrutura necessária, até 2020 serão realizadas 320 edições, em diversas ruas da cidade e com uma expectativa de 125 mil pessoas atendidas.

Fonte: Central de Notícias

Ver notícia completa

WhatsApp Image 2019-11-04 at 11.22.56 (2)

Capela do Socorro

WhatsApp Image 2019-11-02 at 10.47.55

São Miguel

WhatsApp Image 2019-11-02 at 17.15.49 (1)

Tatuapé

Avenida Paulista abre ao público só às 13h de domingo, dia 3, devido ao Enem

Por causa da necessidade de locomoção dos estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 3 de novembro de 2019, a avenida Paulista só será aberta para pedestres às 13h deste domingo, o que também acontecerá com a avenida Sumaré e a rua Medeiros de Albuquerque. Carros não poderão circular pela mais famosa avenida da cidade até as 18h.
 
No sábado (2), feriado nacional de Finados, essas três vias, que integram o programa Ruas Abertas, estarão fechadas para os veículos no horário rotineiro.
 
No domingo seguinte (10), outro dia de Enem, a situação se repetirá: abertura da Paulista para pedestres às 13h.
 
Rua da Gente
 
Lançado neste segundo semestre, o Rua da Gente conta com atividades culturais, esportivas, lúdicas e recreativas (sempre gratuitas), destinadas para toda a família. O programa ocorrerá normalmente neste fim de semana.
 
Sábado (2)
Das 9h às 18h
Praça Sílvio Romero – Tatuapé
Avenida Kumaki Aoki – campo do CDC – São Miguel Paulista
Rua Jacarandá Rosa – Jardim Helena
 
Domingo (3)
Das 9h às 18h
Praça do Parque Brasil – rua César Franck – Capela do Socorro
Avenida Tenente Lauro Sodré – Jardim Santa Adélia
Fonte: Esportividade

Enem: Avenida Paulista será fechada para veículos a partir das 13h no domingo

A Avenida Paulista, que integra o Programa Ruas Abertas, ficará aberta para veículos na manhã de domingo (3). A circulação dos veículos será permitida na via até as 13h. A medida, tomada pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), em conjunto com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET),  visa facilitar o deslocamento dos estudantes que vão fazer as provas do Enem, com o tráfego livre para ônibus e veículos.
 
A  Avenida Paulista, assim como a Avenida Sumaré e a Rua Medeiros de Albuquerque, em Pirituba, estarão abertas para carros até as 13h.
 
Finados
 
No sábado (2), Feriado de Finados, as Avenidas Paulista, Sumaré e a Rua Medeiros de Albuquerque, que integram o Programa Ruas Abertas, estarão fechadas  para os veículos.
 
Rua da Gente
 
Programa Rua da Gente conta com atividades culturais, esportivas, lúdicas e recreativas, destinadas para as crianças e suas famílias de maneira gratuita, terá funcionamento normal neste fim de semana.
 
Sábado (2/11)
 
Das 9h às 18h
 
Praça Silvio Romero – Tatuapé
 
Av. Kumaki Aoki – Campo do CDC – São Miguel Paulista
 
Rua Jacarandá Rosa – Jd. Helena
 
Domingo (3/11)
 
Das 9h às 18h
 
Praça do Pq. Brasil – Rua Cesar Frank – Capela do Socorro
 
Av. Tenente Lauro Sodré – Jd. Santa Adélia

Fonte: Acontece Agora Online

Ver notícia completa

Ressignificação do passado

Para que ninguém confunda, Amanda Pissolatti enfatiza que a sessão de thetahealing em nada se aproxima de uma análise. Ele atua nos níveis energéticos e espirituais e, por meio desses níveis, traz consciência para o mental. ”Pessoas que fazem análise chegam com muito mais consciência de si para uma sessão e vejo que é muito benéfico.” Na sessão de thetahealing, o terapeuta ajuda o praticante a entender o tema proposto, que pode ser questões de saúde física, mental, emocional, energética e/ou espiritual. ”Ajudamos na compreensão das crenças limitantes e bloqueios dentro de cada um, que criam uma situação desafiadora. Por meio de um processo chamado digging ou escavação, identificamos as crenças registradas no subconsciente do cliente que criam a realidade indesejada. Assim, é possível trazer a potência em vez da limitação, em que se criam cura e uma nova realidade a partir da ressignificação do passado”, afirma a terapeuta do Espaço Semente Quântica.
 
A sessão individual custa R$ 305, com uma hora de duração. Há, ainda, o curso de três dias, para aprofundar e aprender a ferramenta, com custo de R$ 206 de inscrição, mais R$ 1.490 em até seis vezes sem juros, com o material incluso e alimentação. ”Também temos atendimento popular, com contribuição de R$ 44 e 15 minutos de sessão, sendo recomendado pelo menos três vezes por semana. Mas é necessária inscrição no site, já que o número de vagas é limitado”, lembra. Amanda Pissolatti avisa que ”a prática é para a vida e, fazendo o curso, você o utiliza no seu dia a dia, trazendo uma consciência maior de quem você é”. Amanda enfatiza que existem testemunhos de resultados logo nas primeiras sessões, mas, para ter um resultado rápido, ”a pessoa precisa estar disposta a se aprofundar nas questões limitantes, para que possamos liberar a raiz do problema. A partir daí, cada um vai perceber a sua potência e a vida de uma maneira mais leve e amorosa, sem tanta critica e reclamações, saindo do drama e entrando na plena consciência do por que certas situações ocorreram e com plena capacidade de modificar aquela realidade limitante por meio da ferramenta e de pensamentos elevados”.
 
Amanda revela como foi seu encontro com o thetahealing. ”Era dona de uma agência de marketing digital e, diante de tanto trabalho, queria algo que me conectasse por meio da meditação para me acalmar e sair do estresse. Acabei percebendo que o thetahealing era o meu propósito. Criei uma realidade em minha vida de acordo com o esperado pela sociedade do que é reconhecido como pessoas bem-sucedidas e percebi que o sucesso vai muito além do dinheiro, bens materiais ou de um título. Percebi que o sucesso existe primeiramente dentro de nós e que buscamos preenchê-lo com coisas e pessoas, mas ele só pode ser preenchido por você mesma, por meio do amor.”
 
MEMÓRIAS Quando falamos sobre meditação, logo associamos a uma prática de relaxamento do corpo e da mente. Outras pessoas já enxergam como uma contribuição para o autoconhecimento. De acordo com Renata Moesia, instrutora oficial de thetahealing e do Programa Rua da Gente (modalidade de meditação para a população, de forma gratuita, desenvolvida em São Paulo), há uma grande diferença entre as duas práticas. ”Na meditação, você se desconecta e relaxa. No thetahealing, acessamos o subconsciente e reprogramamos memórias, dores, crenças limitantes, desenvolvemos esses programas e trazemos novos. É uma meditação guiada, que nos leva a outra dimensão, afetando todo o campo inconsciente e fazendo com que você atraia para a sua vida novas oportunidades.”
 
Renata conta que a duração de uma sessão pode variar entre 30 a 60 minutos, tempo suficiente para entrar na onda cerebral theta e começar a acessar as informações do inconsciente. ”Esses gatilhos, que levam a alguns padrões repetitivos, dissolvem medos, traumas, fobias e ressentimentos. Há momentos em que algumas pessoas choram de emoção, porque trazemos para a superfície dores, crenças, revelações que estavam ocultas. É uma libertação, um alívio para a pessoa ver o que a vida inteira lhe bloqueou.”
 
Descubra qual é a sua
 
Algumas linhas de meditação podem ser mais efetivas, de acordo com a personalidade de cada praticante. O criador do Protocolo, Fernando Gabas, que orienta pessoas a aprofundar sua jornada interior em diversos países, explica que, à medida que avança a cada semana, praticante descobre como trabalhar com diferentes linhas para conciliar com seu perfil e momento de vida. Gabas destaca as diferentes linhas meditativas: mindfulness, vipassana, visualização, psicologia positiva, meditação ”metta”, concentrações, respirações, entre outras. ”Cada um reage de uma forma diferente. Nem todas as pessoas conseguem, por exemplo, seguir a prática do zen budismo. Uma pessoa introvertida dificilmente vai seguir uma meditação dinâmica, e sim, fazer exercícios de respiração e observar sensações do corpo. Já as expansivas vão preferir um método criativo e flexível no lugar de práticas mais estruturadas.” Para ele, muitas pessoas iniciam esse processo de autoconhecimento por um caminho e, por não gostar de uma técnica específica, acabam abandonando a meditação. ”Às vezes, basta um ajuste de rota para que o hábito de meditar comece a fazer sentido novamente. Há vários caminhos para se chegar a um bem-estar e até à chamada iluminação.”
 
Conheça linhas meditativas para cinco tipos de personalidade identificadas:
 
1- Para os introvertidos e solitários, indica-se a técnica de mindfulness: de acordo com Fernando Gabas, o indivíduo com essa personalidade se sentirá confortável com uma técnica na qual ele fará seu exercício sozinho, sem precisar falar com ninguém ou trabalhar as emoções. Assim, o mindfulness o ajuda a ficar totalmente presente, em geral, observando sua respiração ou sensações corporais.
2- Para os lógicos e racionais, as meditações ao estilo zen: o indivíduo que tem a mente lógica aceita bem se fazer indagações, investigar aspectos de sua mente, fazer uma análise interna e do que é importante para a vida dele, por isso combina com meditações que propiciam uma viagem interior.
 
3- Para os abertos e criativos, as meditações de awareness puro: nesse tipo de prática, ocorre a dissolução dos aspectos de separação do universo, com exercícios que aguçam a imaginação e a criatividade na busca aprofundada da ”eterna presença”.
 
4- Para os meticulosos e seguros, as meditações estruturadas ou guiadas: baseadas em mantras e/ou estruturas fixas e guiadas de meditação.
 
5- Para os energéticos e sensíveis, as meditações dinâmicas que envolvem movimento: trabalham com a energia e, também, as chamadas metta meditation, que envolvem amor, bondade e o cultivo de compaixão. 
Fonte: Estado de Minas – Online