Benefícios dos esportes eletrônicos: quais são?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

É muito comum vermos a questão digital e tecnológica relacionadas a sinônimos negativos, futuros distópicos, falta de conexão humana, vícios. Mas a realidade, ainda bem, é um tanto menos assustadora do que isso e traz, inclusive, benefícios para as pessoas. E hoje vamos falar sobre isso no campo dos esportes eletrônicos.

Mentais e cognitivos

Os esportes e jogos eletrônicos, em excesso, podem sim causar problemas psicológicos e sociais em quem pratica por horas e horas sem parar. Mas os jogos também trazem benefícios mentais, como: 

Estimular a concentração – através da necessidade de pensar em estratégias e foco para atingir o objetivo, o jogador desenvolve também uma alta capacidade de concentração, de forma a conseguir manter a atenção no objetivo, mesmo estimulado por sons e imagens

Reduzir o estresse – sentar em uma cadeira e se concentrar em uma tela pode não parecer a forma mais ideal de reduzir o estresse, mas a sensação de bem-estar traz benefícios residuais para redução do estresse, como a sensação de prazer e satisfação pessoal. Lembrando que é importante tomar cuidado porque a alta exposição às telas – seja em redes sociais, televisão ou jogos, tem alto potencial de aumentar o estresse.

Auxiliar na tomada de decisão – frequentemente os jogos são associados a missões para serem cumpridas. Essa objetividade e obstáculos apresentados, conferem ao jogador não só a oportunidade como a obrigatoriedade de tomar decisões, fazer “sacrifícios” e buscar os menores riscos a serem tomados. 

Sociais

Você já deve ter visto filhos, sobrinhos, vizinhos gravando video de dança saída de um jogo, ou passando um tempo com os amigos on-line, jogando. As novas gerações, principalmente os mais jovens, têm incluído os jogos eletrônicos em suas rotinas e interações sociais com os amigos e essa prática traz alguns benefícios como:

Trabalho em equipe – já que vários jogos podem ser jogados em duplas ou entre mais jogadores, reforçando assim uma dimensão importante que acontece também nos esportes presenciais, criando um espírito colaborativo entre os jogadores.

 

Competição – o espírito competitivo auxilia na busca por superação de desafios, aprimoramento de estratégias e sensação de satisfação pessoal. O espírito competitivo também confere ao jogador um parâmetro de suas próprias capacidades, de forma que possam ser aperfeiçoadas para futuras missões.

Educacionais

Jogos nas escolas – Principalmente após a pandemia da Covid-19, os jogos passaram a ser usados como estratégia para adquirir a atenção dos alunos e transformar o momento de aprendizado em uma situação divertida, interativa e ainda mais atrativa para os alunos.

Oportunidades profissionais – Hoje, os esportes eletrônicos não são mais um hobbie e movimentam bilhões de dolares no mundo anualmente, superando inclusive, indústrias como a do cinema e da música. Dentro da indústria, jogadores, programadores, designers, editores são apenas algumas profissões que têm crescido ano a ano nas oportunidades de emprego na área.

 

***

 

Não é exagero dizer que os Esportes Eletrônicos chegaram para ficar e que os benefícios são variados, principalmente nas novas gerações que já nascem conectadas e inseridas nesse contexto. Mas é sempre importante lembrar que todo benefícios apresentado não supera os resultados alcançados física e mentalmente pelas atividades físicas e pelas relações interpessoais.