Programa ‘Rua da Gente’ dissemina prática esportiva pela cidade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Estimular a ocupação adequada do espaço público e a integração das famílias com atividades esportivas e culturais, brincadeiras, oficinas e práticas de cuidados com o corpo e a mente. Com esses objetivos, a Prefeitura de São Paulo, por meio das secretarias municipais de Esportes e Lazer, Cultura e Relações Sociais, realiza o Programa ”Rua da Gente” aos fins de semana, com diversas atividades nas ruas, praças e centros esportivos da capital paulista.
”Estamos fazendo uma evolução no programa Ruas Abertas, por meio do qual a Prefeitura garantia o fechamento dos espaços da cidade e a população era quem se responsabilizava pela execução das atividades. Aqui não: nós teremos 320 edições, sendo cem em 2019 e 220 no ano que vem. Serão ao menos quatro edições por fim de semana em todos os cantos da cidade, em especial nas 
regiões mais periféricas”, destacou o prefeito Bruno Covas (PSDB), no lançamento do programa em setembro. 
 
TODOS OS PÚBLICOS 
O secretário municipal de Esportes e Lazer, Carlos Bezerra Junior, disse em entrevista coletiva que o objetivo da iniciativa é promover o encontro das famílias e da comunidade local, além de trazer de volta à vida das pessoas o valor da rua, da praça e dos próprios clubes. ”O programa foi desenhado de forma a abranger o maior número de espaços, como também a faixa etária mais elástica possível”, enfatizou.
As atividades são divididas em quatro polos, com opções para pessoas de todas as idades: Práticas Esportivas (atletismo, basquete, futebol, futsal e lutas), Práticas Corporais (alongamentos, exercícios funcionais, crossfit e street dance), Práticas de Lazer (brincadeiras tradicionais e contemporâneas, gincanas e oficinas de artesanato) e Práticas Integrativas e Complementares (práticas terapêuticas, danças e meditação).
 
VARIADOS ESPAÇOS
O primeiro espaço a receber o projeto foi a Praça do Samba, em Perus, zona Noroeste de São Paulo. Houve pintura facial, recreação, piscina de bolinhas, cama elástica, além das oficinas de cata-vento e mini pipa. Diversos outros bairros já receberam a iniciativa.
”Diferente de outros programas, o Rua da Gente poderá realizar suas atividades nos mais variados espaços abertos da cidade, como ruas, praças e clubes municipais que tenham uma infraestrutura básica para atender às especificidades das modalidades apresentadas”, completou o secretário.
O programa é realizado aos sábados e domingos e irá contemplar todas as re-giões da cidade de São Paulo, priorizando as áreas de maior vulnerabilidade social. As atividades ocorrem das 9h às 18h.
A programação completa, com os locais e bairros que acolherão o programa, pode ser conferida no site prefeitura.sp.gov.br
Fonte: O São Paulo