Por Fernando Barboza – Curiosidades do Xadrez

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Por Fernando Barboza

Em plena quarentena, valorizo ainda mais o xadrez, desconheço outra atividade que possa ser praticada em qualquer situação e lugar.

Veja agora curiosidades sobre o fantástico jogo-ciência XADREZ!

– O xadrez é matéria obrigatória em muitos países incluindo os melhores em IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Em alguns para passar de ano os alunos de matemática precisam ir muito bem no xadrez, já que 33% da nota do aluno depende do seu desempenho no xadrez.

– O xadrez é um jogo milenar e até hoje uns dos mais populares do mundo, sendo praticado por milhões de pessoas em torneios (amadores e profissionais), clubes, escolas, pela internet, por correspondência e informalmente. Há uma estimativa de cerca de 605 milhões de pessoas em todo o mundo que sabem jogar xadrez e destas, 7,5 milhões são filiadas a uma das federações nacionais que existem em quase 200 países em todo o mundo.

– O xadrez, por ser um jogo de estratégia e tática, não envolve o elemento sorte.

– O xadrez tem a particularidade de ser o jogo-esporte mais rápido e mais demorado, ou seja, um jogo pode demorar uns poucos segundos ou várias horas. Até agora o jogo mais demorado de xadrez de todos os tempos aconteceu em 1989, em Belgrado, entre os enxadristas Ivan Nikolic e Goran Arsovic. O jogo teve 269 lances! e terminou empatado…

– No xadrez existem precisamente 169.518.829.100.544  trilhões de maneiras de jogar apenas os dez primeiros movimentos. Para as 40 jogadas seguintes de um jogo inteiro, o número é estimado em 25 x 10 elevado a 115 potência.
O número inteiro de átomos em todo o universo é apenas uma pequena fração desse resultado! A árvore de complexidade do xadrez foi determinada pela primeira vez pelo matemático norte-americano Claude Shannon, uma grandeza hoje conhecida como o Número de Shannon.