Vem conhecer um pouquinho mais de Bollywood!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

 

A maior indústria de cinema do mundo é indiana! Isso mesmo, senhoras e senhores. A verdade é que, de acordo com dados de 2017, Bollywood chega a produzir 2000 filmes por ano, em mais de 43 idiomas (sendo que no país são 28 idiomas oficiais) – as línguas mais faladas são hindi, tamil, telugu, bangla, malayalam e bhojpuri.

O estilo de narrativa acaba sendo um pouco diferente do que estamos acostumados no Brasil – onde temos muita influência do cinema norte-americano – mas tem aspectos que também acabam fazendo sucesso por aqui, como é o caso das comédias, comédias-românticas e musicais.

Com plataformas de streming como Netflix e Amazon, os filmes indianos estão ganhando cada vez mais popularidade no Brasil e no mundo. Exemplo disso são as produções indianas das próprias plataformas que estão personalizando o público adepto das narrativas orientais, como é o caso das obras coreanas, japonesas e chinesas.

No entanto, alguns desafios ainda existem para essa indústria. O primeiro deles é a tradicionalidade do país, muito representada nos filmes e que acabam conduzindo a narrativa em uma fórmula que agrade a todos… os indianos. O estilo de narrativa fantasiosa, e por vezes considerada ingênua, não agrada sempre o paladar mais experimentado de cinéfilos expostos aos dramas, violências e intensidade dos filmes americanos, europeus e latinos.  

O outro desafio é a precariedade da produção. Em matéria do jornal Correio Braziliense de 2017, narra-se uma situação de gravação de um filme famoso em tendas mal equipadas, velhas e sujas nas periferias de Mumbai.